Groundforce Portugal prepara fusão com a brasileira SATA

25 August 2006

Lisboa, Portugal, 25 Ago – A Groundforce Portugal, participada da transportadora aérea TAP, vai fundir-se com a brasileira SATA, maior empresa de ‘handling’ do Brasil, prevendo-se que a facturação conjunta destas empresas atinja 330 milhões de euros, noticiou o Diário Económico.

O jornal revela que o “acordo de intenções” assinado esta semana prevê que as negociações, que definirão as condições da aquisição do capital da SATA pela Groundforce, estejam concluídas no prazo de seis semanas.

As conversações registadas até à data apontam para que a empresa portuguesa assegure o controlo de gestão da SATA.

“Queremos ter parceiros locais que nos garantam a sustentabilidade do negócio, mas queremos o controlo de gestão”, afirmou Ângelo Esteves, administrador-delegado da Groundforce Portugal, sem avançar quaisquer indicadores financeiros sobre a operação.

A SATA, empresa do grupo Varig, é o maior operador de “handling” (serviços de assistência em terra) da América Latina e está presente em 27 aeroportos brasileiros e dois uruguaios.

O Diário Económico refere que, em Portugal, a Groundforce assegura uma quota de 85 por cento do mercado de “handling” (actividade que abrange o processamento da bagagem, o catering e a limpeza das aeronaves, entre outros serviços) e tem como principal concorrente a Portway, do grupo ANA – Aeroportos de Portugal.

A nível global, a Groundforce tem como maior concorrente a Swissport, propriedade do grupo espanhol Ferrovial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH