Investimento directo estrangeiro em Moçambique totalizou 60 milhões de dólares no primeiro semestre

13 September 2006

Maputo, Moçambique, 13 Set – Moçambique recebeu 60 milhões de dólares em investimento directo estrangeiro (IDE) no primeiro semestre de 2006 com a África do Sul, que lidera a lista, a ter contribuído com metade daquela verba, revelou terça-feira em Maputo fonte oficial.

Dados do Centro de Promoção de Investimentos (CPI) de Moçambique indicam que num total de 23 países, a África do Sul continuou a liderar a lista dos investidores no país, com 32 projectos aprovados nos primeiros seis meses.

Portugal manteve-se no quarto lugar, com quatro projectos aprovados, totalizando 3 milhões de dólares.

A Grã-Bretanha, que no ano passado foi o segundo maior investidor em Moçambique, com um total de 15 projectos aprovados, desceu agora para o quinto lugar, com nove projectos.

No mesmo período, a China que ocupava a sexta posição, desceu para o 17º lugar, com apenas um projecto aprovado, equivalente a 200 mil dólares.

A Irlanda e o Malaui foram os países que mais subiram na lista de maiores investidores estrangeiros em Moçambique, nos primeiros seis meses deste ano, ocupando os segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Em 2005, o IDE totalizou mais de 165 milhões de euros, proveniente de 27 países, com a aprovação de 136 projectos de investimento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH