Consórcio luso-chinês disputa obra de 1,6 mil milhões de euros em Israel

14 September 2006

Lisboa, Portugal, 14 Set – Um consórcio de empresas em que participam as construtoras portuguesa Soares da Costa e chinesa China Civil Engineering Construction Corporation foi seleccionado para a fase final do concurso a uma obra em Israel, avaliada em 1,6 mil milhões de euros.

O consórcio Metro Transport Solutions (MTS), para o concurso de construção da linha de metro ligeiro de Telavive, capital de Israel, integra ainda a multinacional alemã Siemens, como fornecedora dos veículos, e a Egged, maior empresa rodoviária israelita, como operadora, noticiou o Jornal de Negócios em Lisboa.

No agrupamento está ainda uma empresa de construção civil local, a África-Israel, do empresário de diamantes Lev Levayev, que tem importantes interesses em Angola.

Depois de ter sido seleccionado para a última fase, o consórcio terá agora de entregar até 4 de Outubro próximo a proposta final ao concurso.

A MTS defronta no concurso a Metrorail, consórcio formado pelos grupos franceses Alstom e Vinci, pela alemã Zublin e ainda um conjunto de empresas israelitas.

De fora da última fase ficou o consócio Speedan, em que participava a multinacional canadiana Bombardier e a norte-americana Parsons. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH