Brasil mostra a chineses nova técnica para reaproveitar embalagens Tetra Pak

15 September 2006

São Paulo, Brasil, 15 Set – Uma delegação do governo da China, com representantes de três ministérios, passou a semana no Brasil para conhecer uma tecnologia pioneira de reaproveitamento de embalagens Tetra Pak.

A embalagem Tetra Pak possui uma estrutura formada por três materiais: papel, plástico e alumínio, distribuídos em camadas. Esse tipo de embalagem é muito usado no sector alimentício, por oferecer proteção prolongada aos alimentos ali depositados.

Desenvolvido ao longo de sete anos, o método permite a separação desses três materiais, para que possam ser reaproveitados, trazendo vantagens para a indústria de embalagens.

Para conhecer todo o processo, representantes do governo chinês acompanharam desde as cooperativas de “catadores” – que recolhem as embalagens usadas – até às fábricas que utilizam o alumínio e o plástico reaproveitados para a produção de objectos como placas, telhas e vassouras.

A delegação chinesa também visitou a Plasma, que detém a nova tecnologia.

Criada em 2005 pela Tetra Pak, em sociedade com a Alcoa, a Klabin e a TSL Ambiental, a companhia produz anualmente 8 mil toneladas de alumínio e plástico a partir de 32 mil toneladas de embalagem, informou à Macauhub Fernando Von Zuben, Diretor Sócio-Ambiental da Tetra Pak, empresa presente no consórcio que desenvolveu o método e que recebeu a delegação chinesa no Brasil.

Além de ser um marco na produção industrial em termos ambientais, a tecnologia pioneira permite “agregar valor à cadeia produtiva da reciclagem”, disse Von Zuben.

Actualmente, a China é o país que mais consome embalagens novas Tetra Pak, disse à Macauhub a porta-voz da Tetra Pak, Andréa Lie Iwamizu.

A novidade na indústria de embalagens tem atraído comissões de diversos países. Segundo Von Zuben, além dos chineses, já visitaram o Brasil delegações de espanhóis, alemães e belgas.

A delegação, que retorna à China nesta sexta-feira, é composta por integrantes da Divisão de Preservação do Meio Ambiente e Recursos Renováveis da Comissão de Desenvolvimento e Reforma Nacional, do Departamento de Desenvolvimento Urbano do Ministério da Infra-estrutura, do Departamento do Desenvolvimento e Reforma Comercial do Ministério do Comércio, além de representantes da Supervisão e Inspecção e Administração. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH