São-tomense Carlos Gomes nomeado secretário executivo da Comissão do Golfo da Guiné

15 September 2006

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 15 Set – O engenheiro e gestor são-tomense Carlos Gomes será o próximo secretário executivo da Comissão do Golfo da Guiné, que liga 8 países africanos produtores de petróleo, entre eles Angola e Nigéria.

Gomes presidiu à petrolífera pública são-tomense STP-Petro, e exercia actualmente funções de direcção na autoridade conjunta de Exploração Petrolífera São Tomé-Nigéria.

A nomeação para o cargo foi dada a conhecer através de decreto presidencial publicado na capital são-tomense, citado na quinta-feira pelo diário Tela Non.

Em declarações ao mesmo órgão, Gomes apontou a segurança no comércio do petróleo na região como uma das prioridades do seu mandato, a par do fomento das restantes actividades económicas, em particular a pesca, em que a região possui abundantes recursos.

A organização tem sede em Luanda, Angola, e São Tomé alberga o secretariado executivo.

A Comissão, criada em 1999 com o objectivo de fomentar a paz e desenvolvimento na região, integra ainda Camarões, Congo, Gabão, Guiné Equatorial, Nigéria e Congo-Brazzaville.

O Golfo da Guiné possui reservas energéticas de crescente importância a nível mundial, estimando-se que a produção conjunta actual dos países da região se situe nos 4,5 milhões de barris de petróleo diários. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH