Operadora móvel moçambicana mCel evolui para UMTS

19 September 2006

Maputo, Moçambique, 19 Set – A operadora móvel moçambicana mCel, a maior do país, vai evoluir para a tecnologia UMTS/3G (Sistema Universal de Telecomunicações Móveis), passando a disponibilizar serviços de dados, além de voz.

A licença de exploração da banda de frequência de terceira geração foi entregue à operadora na segunda-feira pelo Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique, segundo noticiou a imprensa local.

A nova tecnologia permite a transmissão de dados, além de voz, a uma velocidade de até 2 megabits por segundo.

A operadora passa assim a poder oferecer serviços de acesso à Internet, informação, comércio, entretenimento multimédia, faxes e correio electrónico.

Controlada pela Telecomunicações de Moçambique (TDM), a operadora superou um milhão de clientes no ano passado, mais 55 por cento do que no final de 2004, e a quota de mercado aumentou para 70 por cento.

A cobertura da rede da operadora aumentou para 48 por cento, em termos geográficos, e passou a abranger 70 por cento da população.

Os proveitos foram de 3,4 mil milhões de contos moçambicanos em 2005 (126,99 milhões de dólares) e resultados operacionais de 384 milhões de contos (14,3 milhões de dólares).

Para concorrer com a mCel e com a sul-africana Vodacom, o governo de Moçambique poderá em breve autorizar um terceiro operador de telefonia móvel no país, segundo afirmou recentemente o ministro dos Transportes e Comunicações António Munguambe. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH