Consórcio Mota-Engil/Soares da Costa vai construir ponte do rio Catumbela

21 September 2006

Luanda, Angola, 21 Set – Um consórcio formado pelas empresas portuguesas Mota-Engil e Soares da Costa vai construir a nova ponte sobre o rio Catumbela, na província angolana de Benguela, orçada em mais de 26 milhões de euros.

A obra, integrada na ligação rodoviária entre as cidades do Lobito e Benguela, ao longo da faixa atlântica angolana, foi quarta-feira consignada ao consórcio português numa cerimónia presidida pelo ministro angolano das Obras Públicas, Higino Carneiro.

Esta nova ponte, com 430 metros de comprimento e 28 de largura, terá quatro faixas de rodagem e vai substituir a actual travessia rodoviária do rio Catumbela, construída há cerca de um século.

O estado de degradação da actual ponte obriga à construção de uma nova travessia, que estará adequada ao perfil da via rápida que está a ser construída entre Lobito e Benguela.

A nova ponte não terá pilares dentro do rio, dispondo de um vão central com 160 metros de cumprimento que liga as duas margens.

Nesse sentido, o tabuleiro da nova ponte será integralmente suspenso a partir de duas torres a construir nas margens, defendendo o director do Instituto de Estradas de Angola, Joaquim Sebastião, que a obra ser “um marco de referência de modernidade, capacidade técnica e progresso”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH