Banco Africano de Desenvolvimento abre escritório na Guiné-Bissau

28 September 2006

Bissau, Guiné-Bissau, 28 Set – O Banco Africano para o Desenvolvimento (BAD) abriu hoje o escritório permanente na Guiné- Bissau, país que já apoiou com mais de 200 milhões de dólares desde os anos 70, disse em Bissau uma fonte da instituição financeira africana.

Ansumane Mané, chefe do escritório do BAD, em Bissau, afirmou que a instituição apoia a Guiné-Bissau desde 1976, tendo já disponibilizado desde então, cerca de 210 milhões de dólares norte- americanos para a execução de vários projectos.

Ainda de acordo com Mané, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros guineense, a abertura dos escritórios do BAD, em Bissau, vai ajudar a aumentar a coordenação e execução dos projectos em curso.

O BAD tem neste momento para a Guiné-Bissau um envelope de 71 milhões de dólares para a execução de 12 projectos nomeadamente a construção de infra-estruturas nos sectores da saúde, pescas, educação e energia, desenvolvimento da agricultura, bem como reforço de capacidade institucional de serviços estatais.

Para o sector da agricultura, por exemplo, o BAD tem um envelope de 8,5 milhões de dólares para a reabilitação de todo o tecido produtivo durante cinco anos, enquanto que para o sector das pescas, o banco africano já tem mobilizado 8 milhões de dólares para a construção de um porto de pesca artesanal e industrial, em Bissau.

O sector da educação é aquele que conta, neste momento, com maiores fundos do BAD já mobilizados, cerca de 10 milhões de dólares para a formação de professores do ensino básico, durante cinco anos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH