STP-Airways deverá começar a voar a partir de Novembro

6 October 2006

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 06 Out – A STP-Airways, empresa de bandeira de São Tomé e Príncipe que veio substituir a Air São Tomé, deverá começar a voar a partir de Novembro, anunciou em São Tomé o ministro das Infra-estruturas Delfim Neves.

Neves, que passou a última semana em Portugal para negociações com operadoras internacionais interessadas em participar no capital social da STP-Airways, anunciou para 16 de Outubro próximo a conclusão das negociações em São Tomé, seguido da assinatura do acordo final.

Delfim Neves seguiu para Portugal imediatamente após a publicação em Diário da República do decreto criando a nova companhia aérea.

O ministro das Infra-estruturas está a fazer uma espécie de contra-relógio para ocupar rapidamente o vazio aberto pela falência da Air Luxor-STP na ligação entre São Tomé e Príncipe e a Europa, mais concretamente Portugal.

O governo pretende que a nova companhia aérea explore pelo menos um terço das rotas internacionais de que São Tomé e Príncipe dispõe nos termos dos acordos aéreos assinados com vários países.

O trabalho efectuado em Portugal deu alguns frutos, adiantou o ministro para acrescentar já existir um pré-acordo de parceria embora tenha recusado revelar o nome do potencial parceiro.

Delfim Neves adiantou que a transportadora aérea angolana TAAG é, para já, a única companhia africana convidada a participar no capital social da STP-Airways e garantiu que na reunião de 16 de Outubro os parceiros interessados vão ficar a conhecer em pormenor o projecto de investimento da nova companhia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH