Balança de transacções correntes de Angola com maior saldo de sempre em 2005

10 October 2006

Luanda, Angola, 10 Out – A balança de transacções correntes angolana atingiu no ano passado o saldo mais elevado de sempre, com 1,113 mil milhões de dólares, quase integralmente conseguido com petróleo e diamantes.

O Relatório Económico de Angola de 2005, divulgado em Luanda pelo Centro de Estudos da Universidade Católica, refere que o saldo da balança de transacções correntes registou um crescimento de 62,2 por cento relativamente a 2004.

No final de 2004, o saldo era de 686 milhões de dólares, subindo para 1,113 mil milhões em Dezembro de 2005.

O relatório da Universidade Católica sobre a evolução da economia angolana no ano passado salienta, no entanto, que este aumento foi originado em 98,5 por cento pelo crescimento conjugado da produção de petróleo e de diamantes.

As conclusões do estudo indicam que os restantes sectores da actividade económica em Angola ainda não possuem potencial suficiente para intervirem no comércio internacional do país.

O relatório aponta também o sector petrolífero como o principal responsável pelo aumento de 56,9 por cento ocorrido em 2005 no Produto Interno Bruto “per capita”, que passou de 1264,6 para 1984,3 dólares.

O sector petrolífero contribuiu com 41 por cento para este aumento.

Relativamente à balança de capitais, o relatório indica que ela apresentava no final do ano passado um saldo de 2,6 mil milhões de dólares.

Este valor elevado resulta, de acordo com o estudo, dos investimentos externos, especialmente das linhas de crédito da China, Índia, Brasil e Portugal. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH