Clima de negócios em Moçambique melhora ligeiramente entre Abril e Junho

13 October 2006

Maputo, Moçambique, 13 Jun – O clima de negócios em Moçambique melhorou em cerca de 0,3 por cento no segundo trimestre deste ano, refere o Índice do Ambiente de Negócios (IAN) da empresa de consultoria KPMG, divulgado quarta-feira em Maputo.

De acordo com o estudo, o sector da comunicação e informação, com 110,17 pontos, bem como comércio e serviços, com 105,32 pontos, registaram os índices mais elevados do período em análise.

A confiança na agricultura teve um índice de 96,66 pontos e o turismo de 96,61 pontos, refere a mesma avaliação, que cobriu Abril, Maio e Junho.

O optimismo dos empresários nestes três meses deveu-se, de acordo com os dados, à procura dos bens e serviços e a estabilidade política interna tendo apontado como factores negativos a criminalidade, a corrupção, o HIV/SIDA, malária e outras doenças.

Ao comentar os resultados do estudo da KPMG, o ministro moçambicano da Indústria e Comércio, António Fernando, referiu que o balanço “indica que há ainda muito por realizar, principalmente no tocante ao crime organizado, legislação ambiental, custos das importações, legislação fiscal, entre outras áreas”.

Das 393 empresas ouvidas na pesquisa, apenas 82 responderam ao questionário, um número que a KPMG considera “representativo”, tendo em conta a metodologia seguida na pesquisa. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH