Cimentos de Moçambique suspende actividade, devido à poluição

17 October 2006

Maputo, Moçambique, 17 Out – A empresa Cimentos de Moçambique, detida pela portuguesa Cimpor, anunciou a suspensão da produção, para a substituição do equipamento, devido à poluição provocada pelas máquinas actualmente usadas.

A paragem das actividades por parte da Cimentos de Moçambique culmina um longo período de denúncias feitas por ambientalistas e residentes da cidade da Matola, onde se situa a fábrica, de alegada degradação ambiental e doenças relacionadas com gases libertados na produção do cimento.

Uma fonte da administração daquela empresa, citada pelo jornal Notícias, de Maputo, afirmou que as mudanças projectadas vão consistir na instalação de novos filtros, substituição dos actuais fornos e outros equipamentos responsáveis pela deterioração do ambiente da zona em que a fábrica opera.

Hernes Silva, um dos administradores da Cimentos de Moçambique, garantiu que a paralisação da fábrica não provocará nenhum agravamento no preço do cimento e imputou aos revendedores a culpa por uma eventual subida no custo daquele produto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH