Feira de Cantão muda de nome para reflectir preocupações de carácter comercial

17 October 2006

Cantão, China, 17 Out – A Feira de Exportação de Produtos Chineses, mais conhecida por Feira de Cantão, vai ter o seu nome alterado a partir da próxima edição da Primavera para Feira de Importação e Exportação de Produtos da China.

A mudança de nome da mais antiga feira comercial da China visa, de acordo com o primeiro-ministro Wen Jiabao, ser um gesto para reflectir os esforços que estão a ser desenvolvidos no sentido de atingir um comércio equilibrado com os parceiros comerciais da China.

As afirmações de Wen Jiabao por ocasião da abertura da 100ª edição da Feira de Cantão foram proferidas uma semana após Pequim ter anunciado que o saldo comercial dos primeiros nove meses do ano tinha atingido 109,85 mil milhões de dólares, ultrapassando o recorde de 101,9 mil milhões atingido em 2005.

O crescente excedente comercial tem gerado tensões com os principais parceiros comerciais, particularmente os Estados Unidos e a União Europeia, que têm imposto taxas alfandegárias contra um conjunto de produtos feitos na China.

Zhang Yansheng, presidente do Instituto de Estudos Económicos Estrangeiros da Comissão para o Desenvolvimento Nacional e Reforma, afirmou à agência noticiosa chinesa Xinhua que a mudança do nome da Feira de Cantão é um símbolo dos esforços chineses para transformar o modelo económico interno para um que coloque o acento tónico no equilíbrio comercial e no consumo interno.

“Durante anos, a Feira de Cantão centrou-se na exportação de produtos feitos na China mas agora é uma feira que concentra tanto a exportação como a importação”, acrescentou.

Com a sua primeira edição em 1957, a Feira de Cantão tem servido como a janela da China para o mundo e uma forma de obter moeda estrangeira. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH