Estados Unidos apoiam realização de estudos aeroportuários em Moçambique

24 October 2006

Maputo, Moçambique, 24 Out – A empresa Aeroportos de Moçambique recebeu 445 mil dólares de uma agência norte-americana de apoio ao desenvolvimento para estudar a expansão dos aeroportos de Pemba e Nacala, Norte, e da estância turística de Vilanculos, Sul.

Os estudos, possíveis devido à verba concedida pela Agência dos Estados Unidos da América para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA, na sigla em inglês), pretendem determinar o custo da expansão dos aeroportos de Pemba e de Nacala e analisar o impacto da expansão do aeroporto de Vilanculos, na província de Inhambane.

Tanto Pemba como Vilanculos são destinos turísticos.

Este acordo é o segundo assinado entre a USTDA e a Aeroportos de Moçambique tendo-se o primeiro centrado na implementação de um plano de controlo de tráfego aéreo que é considerado como tendo melhorado a segurança aérea na região.

António Loureiro, da Aeroportos de Moçambique, disse na cerimónia de assinatura do acordo com a USTDA que esta ajuda enquadra-se nos planos da empresa para o período 2006-2008 que incluíam a expansão dos aeroportos de Pemba e Vilanculos e a conversão da base aérea de Nacala em aeroporto civil. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH