China vai construir estádio de futebol com 42 mil lugares em Moçambique

25 October 2006

Maputo, Moçambique, 25 Out – A China vai investir cerca de 30 milhões de euros na construção de um estádio nacional de futebol em Moçambique, com capacidade para 42 mil lugares, o primeiro do género após a independência.

Uma equipa composta por 12 técnicos chineses chegou esta semana a Moçambique para, durante três semanas, fazer a avaliação dos três locais elegíveis para a construção do estádio, todos na província de Maputo.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, o director executivo do Fundo de Promoção Desportiva de Moçambique, José Dava, disse que os dois governos pretendem “criar uma estrutura desportiva moderna que cumpra o regulamentado pela FIFA”.

Na segunda-feira, os peritos chineses apresentaram ao ministro da Juventude e Desportos moçambicano, David Simango, um projecto-proposta do futuro estádio de futebol, cuja obra deverá durar dois anos.

Actualmente, Moçambique dispõe de um estádio de futebol com capacidade para 45 mil espectadores, localizado na zona da Machava, arredores de Maputo, Sul do país.

Ao abrigo da cooperação com Moçambique, o governo chinês construiu, em década e meia, os edifícios da Assembleia da República e do Centro de Conferências Joaquim Chissano, bem como o do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH