Banco Africano Desenvolvimento concede dois empréstimos a Moçambique

31 October 2006

Maputo, Moçambique, 31 Out – O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai conceder um empréstimo de 88 milhões de dólares a Moçambique para financiar a segunda fase do Plano de Acção para a Redução da Pobreza Absoluta (PARPA II).

O anúncio foi feito no fim-de-semana pelo conselho de administração do BAD, reunido em Tunes, capital da Tunísia, e visa financiar programas de redução da pobreza de 54 para 45 por cento da população até 2009.

O empréstimo do BAD visa também reforçar a gestão das finanças públicas, bem como apoiar a reforma no sector da justiça e no privado.

O empréstimo ao Apoio para a Redução da Pobreza (PRSL) é uma operação apoiada pelo Grupo do BAD e outros doadores e visa alinhar a agenda política do governo moçambicano, respeitando os princípios traçados no PARPA II.

Na mesma ocasião, o BAD aprovou a concessão de um segundo empréstimo, este no valor de 44,4 milhões de dólares, para reconstruir e manter a estrada que liga Montepuz, a segunda mais importante cidade na província de Cabo Delgado, a Lichinga, capital provincial do Niassa.

Com esta estrada em funcionamento, o abastecimento de Lichinga poderá ser feito por estrada, reduzindo a dependência da cidade do serviço de comboios altamente irregular entre Cuamba e Lichinga.

O Grupo Banco Africano de Desenvolvimento começou a operar em Mocambique em 1970, tendo disponibilizado até ao momento um total de mil milhões de euros, envolvendo 93 operações.

Fundado em 1964, o Banco Africano de Desenvolvimento é uma instituição de promoção do desenvolvimento socio-económico através de empréstimos, investimentos e assistência técnica aos Estados do continente africano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH