Pequim promete novos programas de apoio a países africanos

3 November 2006

Pequim, China, 03 Nov – A China vai anunciar um novo pacote de assistência, investimento, comércio e projectos de cooperação com África durante a cimeira de Pequim do fórum de cooperação China-África, disse quinta-feira em Pequim Wei Jianguo, vice-ministro do Comércio da China.

Uma das medidas será a criação de um fundo de investimento no valor de cinco mil milhões de dólares, disse à agência noticiosa portuguesa o sub-director do Departamento de Estudos Africanos do Instituto Chinês de Estudos Internacionais (ICEI), Wang Hongyi, que participou nas negociações do novo pacote de cooperação.

“Para além de ajudar ao desenvolvimento de África, a criação do fundo dá uma oportunidade de internacionalização às empresas chinesas, cuja maioria opera ainda no mercado interno”, afirmou o responsável do ICEI, um instituto do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês.

De acordo com Wang, o fundo de investimento será utilizado pelas empresas chinesas que queiram investir ou implementar projectos de cooperação em África, no quadro do Fórum de Cooperação Sino-Africano (FOCAC, na sigla em inglês), cuja cimeira de chefes de Estado e de Governo decorre em Pequim durante o próximo fim- de-semana, depois de uma reunião preparatória ministerial hoje.

Em declarações durante um encontro preparatório da cimeira de líderes do FOCAC, o vice-ministro do Comércio chinês destacou também medidas como o perdão de parte da dívida externa, a isenção de tarifas alfandegárias às exportações africanas para a China ou os programas de formação de quadros como importantes para promover a cooperação sino-africana. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH