Pequim atribui mais 1,25 mil milhões de dólares a Angola

7 November 2006

Pequim, China, 07 Nov – A China vai continuar a apoiar Angola tendo decidido contribuir com mais 1,25 mil milhões de dólares, de acordo com uma fonte diplomática citada pela agência noticiosa portuguesa.

Trata-se, acrescentou a fonte, de um empréstimo a fundo perdido e foi um dos temas do encontro segunda-feira ocorrido entre os primeiros-ministros chinês Wen Jiabao e angolano Fernando Dias dos Santos.

Desde 2005, a China já atribuiu a Angola uma linha de crédito no montante de 5 mil milhões de dólares, a ser paga em petróleo, através do banco público de importação e exportação (Banco Exim).

Nos primeiros nove meses de 2006, Angola tornou-se o maior parceiro comercial da China com um comércio bilateral superior a 9 ,3 mil milhões de dólares ultrapassando a África do Sul.

No primeiro semestre deste ano, Angola foi também o país que mais petróleo vendeu à China, tendo exportado 94 milhões de barris, ou 18,2 do por cento do total das importações petrolíferas chinesas no período, de acordo com dados das alfândegas da China.

O encontro entre Wen e Dias dos Santos decorreu no seguimento da Cimeira de Chefes de Estado e de Governo do Fórum de Cooperação Sino-Africano (FOCAC), que durou dois dias e terminou domingo, em Pequim. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH