Exportações da China para o Brasil ultrapassam 800 milhões de dólares mensais pela primeira vez

8 November 2006

São Paulo, Brasil, 8 Nov – As exportações chinesas para o Brasil atingiram 826 milhões de dólares em Outubro, um crescimento de 12,6 por cento em relação ao mês anterior, de acordo com dados do Ministério do Comércio Exterior do Brasil.

Esse é o maior valor mensal da história das relações comerciais entre os dois países e o aumento foi o segundo maior do ano depois de em Março as vendas chinesas para o Brasil terem crescido 34 por cento para 641 milhões.

Com estes números, a China foi em Outubro o terceiro maior fornecedor ao Brasil, atrás apenas de Estados Unidos (1,4 mil milhões de dólares) e Argentina (841 milhões de dólares).

No sentido inverso, as vendas brasileira para a China subiram 16,5 por cento para 752 milhões de dólares tendo mantido em Outubro o terceiro lugar na lista de destino das exportações do Brasil, atrás novamente de Estados Unidos (2,2 mil milhões de dólares) e Argentina (mil milhões de dólares).

O valor total das trocas comerciais entre China e Brasil em Outubro de 2006 foi de 1,5 mil milhões de dólares, o que corresponde a um aumento de 40,6 por cento em relação a igual mês de 2005.

O saldo comercial foi favorável à China em 174 milhões de dólares, o que revela uma inversão em relação ao registado em Setembro, quando o Brasil teve um excedente de 106 milhões de dólares.

No acumulado de Janeiro a Outubro, as trocas comerciais entre chineses e brasileiros somam 13,6 mil milhões de dólares, o que faz com que a China seja o terceiro mais importante parceiro comercial do Brasil no ano.

Estados Unidos e Argentina são os dois primeiros, com 32,6 mil milhões de dólares e 16,2 mil milhões de dólares, respectivamente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH