Italiana ENI assinou contratos de exploração petrolífera em Timor-Leste e Angola

8 November 2006

Díli, Timor-Leste, 08 Nov – A empresa italiana ENI (Ente Nazionale Idrocarburi) assinou o contrato para a exploração de petróleo e gás em cinco áreas sob jurisdição de Timor-Leste, informou o Ministério dos Recursos Naturais, Minerais e Política Energética.

Trata-se do primeiro contrato assinado relativo ao concurso lançado por Timor-Leste para a exploração em 11 áreas, no qual foram apenas licitadas 6 zonas e em que as propostas da ENI saíram vencedoras em cinco.

A sexta área foi atribuída à empresa indiana Reliance Industries.

O contrato com a ENI cobre uma área de cerca de 12 mil quilómetros na costa Sul de Timor com profundidades até 3.000 metros e devia ter sido assinado em 20 de Junho passado mas a crise político-militar desencadeada em finais de Abril obrigou a adiar a cerimónia, que decorreu na passada sexta-feira.

Em comunicado distribuído em Milão, a ENI adianta ter assinado um contrato com a Sonangol para a exploração de petróleo em águas ultra-profundas a cerca de 350 quilómetros de Luanda.

Este contrato inclui a perfuração de oito poços e a realização dos estudos sísmicos nos primeiros cinco anos de exploração, sendo a ENI o operador com uma participação de 35 por cento.

A ENI entrou pela primeira vez em Angola em 1980 onde actualmente produz mais de 150 mil barris de petróleo por dia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH