Luanda tem quatro novos mercados municipais financiados pela China

13 November 2006

Luanda, Angola, 13 Nov – A cidade de Luanda conta desde sexta-feira passada com quatro novos mercados municipais, com capacidade para cerca de 3650 vendedores, num investimento de 12,5 milhões de dólares, financiado pela linha de crédito da China.

A construção destes quatro mercados municipais, a cargo da empresa China Jiangsu International, insere-se no plano do Governo Provincial de Luanda que visa regular a venda na capital angolana, actualmente marcada pela existência de um grande número de vendedores de rua.

A abertura dos novos mercados foi assinalada com uma cerimónia em que participou o presidente angolano, José Eduardo dos Santos, integrada no programa oficial das comemorações do 31º aniversário da independência de Angola, que se assinalou sábado.

A cerimónia decorreu no novo Mercado Municipal do Cazenga, ex- Asa Branca, o maior dos quatro abertos ao público, com capacidade para acolher 1400 vendedores.

O Mercado Municipal do Cacuaco, ex-Vidrul, recebe 822 vendedores, enquanto o Mercado Municipal do Kilamba Kiaxi, ex-Palanca, tem capacidade para 720 vendedores.

O mais pequeno dos quatro é o Mercado Municipal da Samba, ex- Benfica, com capacidade para 700 vendedores.

Estes quatro mercados municipais serão geridos por empresas privadas, estando definido que cada vendedor pagará uma taxa de 50 cuanzas (cerca de 50 cêntimos de euro) por dia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH