Eléctrica de Cabo Verde deve ser gerida “em termos comerciais”, adverte FMI

15 November 2006

Washington, Estados Unidos da América, 15 Nov – A eléctrica de Cabo Verde deve ser gerida em termos comerciais com os preços dos combustíveis a deverem ser reflectidos de forma automática e transparentemente nas tarifas, advertiu terça-feira o Fundo Monetário Internacional.

Em comunicado emitido terça-feira em Washington para divulgar as conclusões de uma visita efectuada a Cabo Verde, o FMI afirma apoiar o empenho do governo daquele país africano em gerir a empresa Electra em termos comerciais a fim de que sejam efectuados investimentos há muito necessários para melhorar a eficiência daquela empresa.

Para esse efeito, o FMI recomenda a entrada em vigor o mais depressa possível de mecanismos automáticos para ajustar as tarifas de electricidade e de água em função dos custos fazendo-os recair sobre os consumidores.

Desde Outubro passado que o Estado cabo-verdiano é, de novo, o accionista maioritário da Empresa Pública de Electricidade e Água de Cabo Verde (Electra), depois de uma reestruturação societária em que a participação do consórcio português Electricidade de Portugal/Águas de Portugal baixou de 51 para 34 por cento.

Independentemente desta advertência, o FMI reconhece que a economia daquele país africano continua “forte”.

“Com o investimento directo estrangeiro e as receitas de turismo a subirem significativamente e com boas perspectivas agrícolas, na sequência de chuvas, as projecções para o crescimento do PIB foram revistas em alta para quase 6 por cento, em 2006, e 6,5 por cento, em 2007”, diz o comunicado.

O documento adianta que, embora a inflação tenha subido este ano devido ao impacto dos preços do petróleo, as perspectivas para 2007 são “favoráveis”, esperando-se que a inflação “caia no próximo ano e regresse a níveis próximo de zero, até ao final de 2007”.

O FMI fez notar ainda que as reservas de divisas “cresceram grandemente ” o que reflecte uma política monetária e fiscal “prudente” e ainda “o sucesso de Cabo Verde em atrair crescente ajuda oficial e investimento privado estrangeiro”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH