Petrobras vai criar estrutura logística na China para distribuir álcool brasileiro

16 November 2006

São Paulo, Brasil, 15 Nov – A empresa pública brasileira Petrobrás vai criar uma estrutura logística na China para distribuir álcool combustível brasileiro, disse em entrevista exclusiva à Macauhub o assessor de comunicação da empresa.

Entre as opções a serem ponderadas pela Petrobras estão a aquisição de uma empresa chinesa, a constituição de uma “joint-venture” com uma empresa local ou a realização de parcerias com associações chinesas.

Os planos da petrolífera de criar uma estrutura para a distribuição do álcool brasileiro na China espelham uma estratégia já usada no Japão.

Naquele país, a Petrobras constituiu uma “joint-venture” com a japonesa Mitsui e com a empresa mineira brasileira Companhia Vale do Rio Doce para distribuir o combustível em território japonês.

A primeira remessa de álcool brasileiro para o Japão ocorrerá no início de 2007, diz a Petrobras.

A implantação da estrutura na China ainda não tem data marcada pois pretende efectuar estudos para definir qual a melhor opção de negócio.

No entanto, é já uma certeza que o maior produtor de álcool do mundo está interessado em ter uma base na China para escoar parte da produção.

Nesse sentido, foi bem recebida no Brasil a notícia de que a China pretende elevar para 50 por cento, até 2010, a porcentagem de álcool na gasolina consumida no país.

A afirmação foi feita pelo responsável da Comissão Estatal de Desenvolvimento e Reforma da China, no último domingo, durante o Fórum sobre a Estratégia de Desenvolvimento Bioenergético da China 2006, segundo a Rádio Internacional da China (CRI).

Outro projeto da estatal brasileira visando a exportação do álcool para a Ásia é a construção de navios com capacidade de 80 mil a 100 mil m³, a serem utilizados em exclusivo nas rotas asiáticas.

A Petrobras, 15ª maior e mais lucrativa petrolífera do mundo, registrou um lucro líquido de 23,7 mil milhões de reais (11 mil milhões de dólares) em 2005, alta de 40 por cento sobre o ano anterior.

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de álcool tendo a produção em 2005 atingido 15 mil milhões de litros.

Desse total, 2,5 mil milhões foram exportados, o que gerou uma receita de 700 milhões de reais (325 milhões de dólares) ao país, de acordo com dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA) brasileiro e da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar.

De Janeiro a Setembro de 2006, o Brasil já exportou 2,3 mil milhões de litros, para 34 países, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil.

A procura internacional pelo álcool brasileiro — extraído de vegetais como a cana-de-açúcar e considerado ecológico — tem crescido por representar alternativa ao petróleo, reduzindo as emissões de dióxido de carbono. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH