OCDE prevê continuação de crescimento económico de Moçambique

17 November 2006

Maputo, Moçambique, 17 Nov – A economia de Moçambique vai crescer 7,9 e 7,3 por cento em 2006 e 2007, mantendo os níveis verificados nos últimos anos, de acordo com um relatório da OCDE divulgado quinta-feira em Maputo.

“As perspectivas para 2006 e 2007 são favoráveis, esperando-se que o crescimento atinja 7,9 e 7,3 por cento, respectivamente, alicerçado numa vaga de mega-projectos de minas de titânio e num forte crescimento na construção e na agricultura”, refere o documento.

Produzido pela OCDE e co-financiado pela UE, o relatório, intitulado “Perspectivas económicas de África 2005/2006”, é uma análise comparativa realizada numa perspectiva continental, incidindo no estudo da situação económica de 31 países africanos, entre os quais Moçambique e Angola.

O “notável desempenho económico” do país permitiu “uma redução sensível na população que vive na pobreza absoluta”, destacou a encarregada de negócios da delegação da União Europeia em Maputo, durante a apresentação do documento na embaixada portuguesa.

Sylvie Millot referiu que a UE tem previsto um financiamento de 550 milhões de euros para o período 2006-07, concentrado no apoio ao orçamento de Estado, aos sectores das infra-estruturas e da agricultura, enquanto no próximo biénio a cooperação incidirá no sector das infra-estruturas.

De acordo com o estudo, a nível orçamental, o governo moçambicano tem que “mobilizar receitas fiscais para reduzir a dependência da ajuda externa, que financia 50 por cento do Orçamento de Estado”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH