Ministério das Pescas da Guiné-Bissau prepara revisão do acordo com União Europeia

20 November 2006

Bissau, Guiné-Bissau, 20 Nov – As negociações com a União Europeia para a revisão do acordo de pescas começam a 11 de Dezembro sendo necessário renegociar a compensação financeira, afirmou sábado em Bissau o ministro das Pescas e Economia Marítima, Abdu Mané.

“O acordo (com a UE) é o mais importante para o país e os montantes em causa têm baixado significativamente desde o conflito militar de 1998/99”, sublinhou Abdu Mané, lembrando que, há quase uma década, os “25” pagavam o equivalente a 12 milhões de euros.

“Actualmente, a UE paga apenas 7,2 milhões de euros para pescar nas nossas águas territoriais, quase metade do que pagava em 1998”, frisou, escusando indicar quantos navios oriundos dos Estados membros da União operam na Guiné-Bissau.

De acordo com Abdu Mané, a revisão do montante da compensação financeira tem também de ter em conta o esforço que o executivo guineense tem feito na fiscalização na sua Zona Económica Exclusiva (ZEE), facto que permitiu já o apresamento de cerca de 40 navios de pesca, alguns deles industrial, e “combater a pirataria”.

Entretanto, o ministro chega hoje a Havana para assinar um acordo de cooperação com Cuba no domínio da aquacultura e da pesca artesanal, no âmbito da Comissão Mista de Cooperação, retomada em 2005 após mais de uma década. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH