Deputados de Macau aprovam proposta de orçamento para 2007

21 November 2006

Macau, China, 21 Nov – Os deputados da Assembleia Legislativa de Macau aprovaram segunda-feira, por unanimidade, a proposta de orçamento para 2007, que apresenta receitas no montante de 30.892 milhões de patacas, um aumento homólogo de 22,05 por cento.

A proposta prevê a arrecadação de 21.821 milhões de patacas em impostos directos, 20.000 milhões dos quais relativos à taxa de 35 por cento aplicado às receitas brutas das empresas que exploram o jogo.

Este número traduz um crescimento de cerca de 20 por cento relativamente aos 16.500 milhões de patacas inicialmente previstos para 2006 e, posteriormente, corrigido para 17.200 milhões de patacas.

No capítulo da despesa, o executivo de Macau coloca as maiores fatias do orçamento nos Serviços de Saúde e de Educação que irão receber, respectivamente, 1.950 milhões e 1.860 milhões de patacas.

Até 2009, Edmund Ho, que aumentou a dotação da Educação em cerca de 760 milhões de patacas, quer concretizar a escolaridade gratuita em todo o ensino não-universitário, um projecto que tem vindo a ser ampliado mas foi iniciado durante a administração portuguesa.

O plano de investimentos da Administração tem contemplados 7.300 milhões de patacas, que serão despendidas em vários projectos de grande envergadura como a construção de dois túneis entre Macau e a ilha da Taipa, a ampliação da fronteira das Portas do Cerco e o início da expansão do aeroporto.

O orçamento de 2005 teve um saldo positivo de cerca de 7.630 milhões de patacas, elevando os saldos acumulados para cerca de 20 mil milhões de patacas às quais terão de ser adicionados 11.100 milhões de patacas oriundos do Fundo de Terras. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH