Censo populacional de Angola em 2010 custará 70 milhões de dólares

4 December 2006

Luanda, Angola, 05 Dez – O próximo censo populacional em Angola em 2010 deverá custar 70 milhões de dólares, afirmou domingo em Luanda o director-geral do Instituto Nacional de Estatística (INE), Flávio Couto.

Couto, que falava à margem do seminário sobre organização e gestão dos institutos nacionais de estatísticas da Comunidade de Desenvolvimento de África Austral (SADC), adiantou que o instituto que dirige está a efectuar o processo de actualização da cartografia censitária e a preparação dos diplomas legais para suportar a actividade estatística.

Citado pelo Jornal de Angola, Flávio Couto adiantou que em Angola não se realiza um censo populacional há mais de 30 anos, sendo o único país que se encontra nessa situação.

Dizendo que a produção de informação estatística de qualidade tem custos elevados e que os recursos nos países africanos são escassos, o director-geral do INE afirmou que em 2007 irá ser finalizado o plano estatístico a médio prazo que terá como principal actividade a preparação do censo populacional de 2010.

O seminário, uma iniciativa da Divisão de Estatística das Nações Unidas e dos Estados Membros da SADC, termina quarta-feira dia 6 de Dezembro e realiza-se no quadro do Dia Africano de Estatística, a comemorar-se no dia 7 de Dezembro.

São membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês) Angola, África do Sul, Botswana, Lesoto, Malawi, Ilhas Maurícias, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia, Ilhas Seicheles e Zimbabwe. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH