Comércio bilateral China/Timor-Leste cresceu dez vezes este ano

6 December 2006

Pequim, China, 07 Dez – O comércio bilateral entre a China e Timor-Leste cresceu mais de dez vezes entre 2005 e os primeiros sete meses de 2006, de acordo com dados da embaixada timorense em Pequim.

O comércio bilateral entre a China e Timor-Leste deu um salto de 1,27 milhões de dólares em 2005 para 13,37 milhões de dólares no primeiro semestre de 2006, segundo a embaixada de Timor-L este na República Popular da China, citada pela agência noticiosa portuguesa Lusa.

“Há uma nova dinâmica no relacionamento comercial entre os dois países, uma vez que, se até agora, a totalidade do valor do comércio bilateral reflectia vendas da China para Timor-Leste, agora Timor passou já a vender bens para o mercado chinês, nomeadamente café para o sul do país”, afirmou Olímpio Miranda Branco, embaixador timorense na China.

As relações económicas entre a China e Timor-Leste continuam a ser, no entanto, baseadas na ajuda ao desenvolvimento, tendo a China concedido em média 5,349 milhões de dólares por ano desde 2000 em ajuda ao desenvolvimento.

A ajuda ao desenvolvimento chinesa ascende assim a 32,094 milhões de dólares desde o ano 2000, de acordo com Olímpio Miranda Branco, após os reforços prometidos por Pequim em Novembro de 2005 e Setembro de 20006, de 50 milhões e 30 milhões de yuan, respectivamente.

A China financiou em Timor-Leste – por empresas chinesas – projectos de alta visibilidade como a reconstrução do palácio presidencial e do edifício do Ministério dos Negócios Estrangeiros, estando também a prestar formação de quadros.

A China e Timor-Leste assinaram também acordos de cooperação técnica e económica, nomeadamente na agricultura, onde Pequim presta apoio à introdução de arroz híbrido, que permite aos agricultores timorenses conseguir maiores colheitas do produto que é a base alimentar do país. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH