Harare é a cidade mais cara do mundo e Luanda é a segunda

6 December 2006

Singapura, 07 Dez – A capital do Zimbabwe, Harare, é a mais cara cidade do mundo para os trabalhadores estrangeiros e Luanda surge na segunda posição, de acordo com um estudo da empresa ECA International divulgado em Singapura.

Harare conseguiu o primeiro lugar desta lista devido à crescente inflação galopante existente no país tendo afastado dos primeiros lugares Oslo e Tóquio.

A exploração das riquezas minerais em Angola fez com que a cidade de Lunda conseguisse o segundo lugar e Kinshasa, na República Democrática do Congo, ficou em quinto lugar.

“O Zimbabwe tem actualmente uma taxa de inflação de 1.700 por cento”, afirmou Lee Quane, da ECA International, para justificar o facto de a cidade ter ficado em primeiro lugar depois de no inquérito de 2005 não ter passado da 57ª posição.

Seul, a cidade mais cara na Ásia, aparece em oitavo lugar em termos mundiais, depois do 10º lugar no ano passado.

As cidades do Japão caíram alguns lugares na lista devido ao enfraquecimento do iéne com Tóquio, terceiro em 2005, a ficar este ano em
10º lugar.

Lee Quane disse ainda que no que respeita à China, o fosso entre as cidades de grande e de média dimensões tenderá a esbater-se nos próximos anos à medida que as empresas internacionais começem a penetrar mais no país em busca de novos mercados.

O inquérito sobre o custo de vida da ECA International analisa 125 factores económicos tais como o custo de bens de luxo, o preço de uma refeição ou de artigos de mercearia adquiridos por trabalhadores estrangeiros em 250 cidades em todo o mundo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH