Diamantes lapidados em Angola começam hoje a ser vendidos ao público

10 December 2006

Luanda, Angola, 11 Dez – A Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama) inicia hoje a venda ao público de diamantes lapidados no país, numa iniciativa inédita que pretende servir para lançar uma indústria nacional de joalharia.

O diamante mais barato à disposição do público custa 1.000 dólares, enquanto o preço do mais caro “é superior a 10 mil dólares”, revelou

uma fonte da empresa, em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, acrescentando que “não haverá nenhuma restrição” nas vendas.

Os diamantes à venda foram trabalhados por profissionais angolanos na Angola Polishing Diamonds, a primeira fábrica de lapidação do país, inaugurada no início deste ano, com capacidade para processar anualmente diamantes no valor de 240 milhões de dólares.

A fábrica, que emprega cerca de 400 trabalhadores especializados, resultou de uma parceria entre a Sociedade de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam), filial da Endiama, o consórcio angolano Progem e a LLD Diamonds, do grupo Lev Leviev.

Esta iniciativa de promoção dos diamantes lapidados em Angola tem ainda um carácter provisório, abrangendo a época natalícia, mas a Endiama pretende que venha a assumir regularidade com a criação de uma indústria nacional de joalharia.

Este objectivo permitirá que Angola, actualmente o sexto maior produtor mundial de diamantes em volume e o quarto mundial em valor de vendas, se assuma também como uma referência no mercado mundial de transformação destas pedras preciosas.

A produção de diamantes em Angola, que ultrapassou seis milhões de quilates em 2005, deverá atingir 10 milhões de quilates no final deste ano, estimando a Endiama que possa subir para 19 milhões em 2009.

As previsões de crescimento baseiam-se nos investimentos em curso no sector, entre os quais a entrada em funcionamento do segundo módulo do projecto Catoca, que representa 60 por cento da produção diamantífera nacional.

A 4 de Novembro, Angola assumiu a presidência da Associação dos Países Africanos Produtores de Diamantes, organização formalmente criada nesse dia, que integra cerca de duas dezenas de países, responsáveis por mais de 60 por cento da produção diamantífera mundial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH