Província de Guangdong vai construir três centrais nucleares até 2010

26 December 2006

Shenzhen, China, 27 Dez – A província chinesa de Guangdong vai investir 74 mil milhões de yuan na construção de três centrais nucleares até 2010, noticiou terça-feira o diário China Daily.

De acordo com o jornal, até ao final de 2010 – durante o 11º plano quinquenal de desenvolvimento – Guangdong quer concluir a segunda fase da central de Ling’ao e construir as primeiras fases das centrais de Yangjiang e de Taishan, anunciou Chen Shanru, director da Comissão de Desenvolvimento e Reformas da província.

Espera-se que em 2020 a capacidade instalada em Guangdong de produção de energia eléctrica através de centrais nucleares atinja 24 milhões de kilowatts, ou cerca de 60 por cento da capacidade da China.

A China possui actualmente uma capacidade de 8,7 milhões de kilowatts, quatro milhões dos quais em Guangdong.

A construção da segunda fase da central de Ling’ao, o único projecto nuclear efectuado na China entre 2001 e 2005, teve início no final do ano passado e vai incluir dois geradores de um milhão de kilowatts cada que deverão entrar em produção em 2010 e 2011.

A central de Yangjiang tem o início da construção previsto para meados do próximo ano enquanto que a central de Taishan não tem ainda uma data para início de obras.

Situada no sul do país, a província de Guangdong faz fronteira com as Regiões Administrativas Especiais de Macau e de Hong Kong, é considerada o motor industrial da República Popular da China, ocupa uma área de 177.900 quilómetros quadrados e tem uma população de cerca de 100 milhões de pessoas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH