China quer travar expansão excessiva da indústria automóvel

27 December 2006

Pequim, China, 28 Dez – O governo da China tomou medidas para controlar os investimentos no sector automóvel visando evitar uma situação de excesso de capacidade de produção, noticiou quarta-feira a imprensa chinesa.

A Comissão Nacional para a Reforma e o Desenvolvimento, principal organismo de planificação da China, decidiu que para um construtor ser autorizado a abrir uma nova fábrica de automóveis, as suas vendas no ano anterior deverão representar pelo menos 80 por cento da sua capacidade instalada.

As autoridades chinesas já manifestaram por diversas vezes preocupação com o excesso de capacidade instalada da indústria automóvel do país, apesar de o mercado estar em forte crescimento.

As vendas totais de veículos aumentaram 14 por cento em 2005, ascendendo a 5,92 milhões de viaturas novas e nos 11 primeiros meses de 2006 foram montados no país 6,59 milhões de veículos e vendidos 6,45 milhões. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH