Vinte por cento da energia consumida em Maputo é roubada, afirma quadro da eléctrica

28 December 2006

Maputo, Moçambique, 29 Dez – Vinte por cento da energia eléctrica consumida na capital moçambicana é roubada gerando um prejuízo mensal superior a 400 mil dólares, afirmou quinta-feira em Maputo um quadro da Electricidade de Moçambique (EDM).

Na véspera de Natal, um homem e a sua sobrinha morreram electrocutados num subúrbio de Maputo, ao tocarem acidentalmente num fio que fornecia clandestinamente energia a uma residência sem contrato com a EDM, a partir de uma outra casa com instalação eléctrica legal.

Falando em Maputo sobre as consequências das ligações clandestinas, o director de distribuição da EDM na capital do país, Jonas Chitsuma, afirmou que, além de vítimas humanas, o roubo de energia está também a provocar danos financeiros à empresa.

De acordo com Jonas Chitsuma, o fenómeno afecta quase todos os bairros suburbanos da capital do país e o mesmo persiste, devido à impotência da EDM em detectar e desmantelar todas as ligações clandestinas.

O esquema das ligações clandestinas de energia eléctrica nos subúrbios moçambicanos funciona através da extensão de fios térreos normalmente nas traseiras das casas e os envolvidos alternam o pagamento mensal das facturas do consumo, como contrapartida. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH