Portugal Telecom assina quinta-feira venda da TV Cabo Macau

10 January 2007

Macau, China, 10 Jan – A Portugal Telecom (PT) assina quinta-feira em Macau a venda dos 87,5 por cento que detém na TV Cabo local a um consórcio que integra interesses locais e continentais chineses.

O consórcio comprador da TV Cabo Macau integra, além de interesses chineses do sector, o empresário de Macau proprietário da empresa Kong Seng.

Além da TV Cabo, cujo processo ficará concluído esta semana, a PT está a ultimar a venda dos 6,67 por cento da empresa Cosmos e dos 22,22 por cento da Telesat, num acordo que poderá ficar fechado nesta semana.

Com a venda da TV Cabo Macau, da Telesat e da Cosmos, a Portugal Telecom fica só representada em Macau na Companhia de Telecomunicações de Macau (CTM), com uma quota de 28 por cento e na Directel – Listas Telefónicas (onde detém a maioria do capital), mas todos os activos podem vir a ser vendidos até meados do ano.

A TV Cabo Macau detém a concessão exclusiva da distribuição do sinal de televisão por cabo no território, mas a presença no mercado de companhias de antenas que distribuem a preços reduzidos muitos canais de televisão por satélite tem impedido a empresa de retirar dividendos do negócio.

A TV Cabo Macau fechou o ano de 2005 com um prejuízo líquido de 15,8 milhões de patacas e um prejuízo operacional de 7,2 milhões de patacas.

Em termos acumulados, a TV Cabo Macau, que está operacional desde Julho de 2000, tem já prejuízos calculados de 153,6 milhões de patacas e investimentos efectuados de 70 milhões de patacas.

Além da Portugal Telecom, a TV Cabo Macau tem como accionistas a Sociedade de Turismo e Diversões de Macau, com 7,5 por cento, o Banco Nacional Ultramarino Macau, com três por cento, e a Ng Fok Holdings, com dois por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH