Consórcio Melco/PBL encaixa mais 160 milhões de dólares em venda de acções nos Estados Unidos

11 January 2007

Macau, China, 11 Jan – O consórcio Melco/PBL, que detém uma subconcessão de jogo em Macau, arrecadou uma verba suplementar de 160 milhões de dólares ao alienar mais nove milhões de acções na oferta pública que efectuou no mercado de Nova Iorque.

A Melco/PBL tinha disponibilizado 53 milhões de acções depositárias americanas com uma opção de venda de mais nove milhões de títulos com a primeira operação a gerar uma receita de 1,14 mil milhões de dólares.

Com o dinheiro arrecadado na venda das acções, o consórcio, liderado por James Packer, em nome da PBL, e por Lawrence Ho – filho de Stanley Ho – em nome da Melco, vai desenvolver os seus vários projectos em Macau.

Com a venda dos cerca de 62 milhões de acções, o consórcio alienou 13,7 por cento da empresa, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

Actualmente, o consórcio explora seis salas de slot machines e, além do negócio das máquinas de jogos, está a construir na ilha da Taipa o hotel/casino Crown, onde investe 512 milhões de dólares e o complexo City of Dreams – que inclui um casino subaquático – entre as ilhas da Taipa e de Coloane com um investimento global de 2,1 mil milhões de dólares.

A operação do consórcio Melco/PBL, até recentemente debaixo da bandeira da Sociedade de Jogos de Macau, de Stanley Ho, está agora a decorrer de forma autónoma, depois de ter recebido aprovação para a aquisição, por 900 milhões de dólares americanos, da licença de subconcessão que o norte-americano Steve Wynn, da Wynn resorts, ainda detinha. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH