Empresas brasileiras iniciam exportação de “software” para o mercado angolano

18 January 2007

São Paulo, Brasil, 18 Jan – Empresas brasileiras de software estão a iniciar a exportação de seus produtos para África, nomeadamente para o mercado angolano, escrevia quarta-feira o jornal Gazeta Mercantil.

A brasileira Execplan fez recentemente uma parceria com a empresa portuguesa Promosoft para fornecer software ao banco BRK e para as empresas de seguro Global e Mundial, em Angola.

Os contratos já devem representar cerca de cinco por cento do total da facturação da Execplan este ano, que deverá ascender a 9,2 milhões de reais.

“Angola foi uma surpresa, esperávamos vender antes em Portugal”, afirmou o presidente da Execplan, António Augusto, em declarações ao jornal.

A Light Infocon é outra empresa brasileira de software que iniciará as suas vendas em Angola, de um programa de gestão electrónica de documentos.

O contrato foi feito com uma empresa angolana mista, privada e pública, do sector financeiro, cujo nome não foi divulgado, no valor de 200 mil dólares.

No ano passado, a Light Infocon registou uma facturação de seis milhões de reais, sendo que 15 por cento do total com a exportação de produtos.

A brasileira USS Tecnologia assinou o primeiro contrato de venda de software também para o mercado angolano, em Abril do ano passado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH