Governo de Macau assina com empresa Sinosky contrato para fornecimento de gás natural

18 January 2007

Macau, China, 18 Jan – O governo de Macau e a Companhia de Gestão de Participações e Energia Sinosky assinaram um contrato para concessão de importação e transporte de gás natural para o território, segundo escritura publicada quarta-feira no Boletim Oficial.

A Sinosky é um consórcio constituído pela China Petroleum & Chemical Corporation e Companhia de Gás Natural de Macau, Limitada (Sinopec/Gás Natural de Macau) que em Julho de 2006 venceu o concurso público para a importação de gás natural, aberto pelo governo de Macau no final de 2005.

O contrato agora publicado, válido por 15 anos, obriga a Sinosky a investir cerca de 7,8 mil milhões de patacas (cerca de mil milhões de dólares) em infra-estruturas para fornecimento de gás natural a Macau o qual deverá começar em Outubro do corrente ano.

A primeira fase do projecto- no qual o fornecimento é assegurado a partir da ilha da Montanha frente a Macau- termina no final de 2009 quando terá início a segunda etapa que consiste na importação do exterior de Gás Natural Liquefeito (LNG) através dum terminal a construir na ilha de Huang Mao, próximo da zona maritima de Zhuhai, limítrofe a Macau.

Até 2009 o abastecimento será também assegurado por uma estação satélite de LNG ou por uma central cuja construção será da responsabilidade da Sinosky que garante um fornecimento não inferior a 0,18 mil milhões de metros cúbicos de gás.

A segunda fase do projecto que entrará em funcionamento em 2013 permitirá o aumento do fornecimento de LNG para cinco milhões de toneladas.

Os preços serão aprovados pelo governo de Macau mediante proposta da companhia podendo ser revistos de três em três anos.

Ainda de acordo com o contrato, a Sinosky compromete-se a construir um Museu de Energia, Ciência e Tecnologia em Macau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH