Dívida externa do Brasil diminuiu 3,5 por cento em 2006 e é a menor desde 1947

26 January 2007

São Paulo, Brasil, 26 Jan – A dívida externa do Brasil diminuiu 3,45 por cento em 2006 para 168,86 mil milhões de dólares tendo atingido o mais baixo valor desde 1947, informou quinta-feira em Brasília o Banco Central do Brasil (BC).

O chefe do Departamento Económico do BC, Altamir Lopes, salientou que a relação entre a dívida externa e o Produto Interno Bruto (PIB) foi de 17,6 por cento.

O responsável salientou que essa relação também é a menor já registada no Brasil, na sequência da melhoria dos indicadores externos do Brasil, alcançada nos últimos anos.

Altamir Lopes afirmou ainda que quase 90 por cento do total da dívida externa brasileira, cerca de 151,66 mil milhões de dólares, têm vencimentos de médio e de longo prazos.

Apenas 17,21 mil milhões de dólares têm vencimentos no curto prazo, ou seja, limites inferiores a um ano, informou o chefe do Departamento Económico do BC.

Altamir Lopes salientou igualmente que a parcela da dívida externa do sector público (75,9 mil milhões de dólares dos 168,86 mil milhões de dólares) é a menor desde 1994, na sequência de compra de títulos de dívida em 2006. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH