Empresas brasileiras investiram mais no exterior do que estrangeiras no Brasil em 2006

26 January 2007

Brasília, Brasil, 26 Jan – O investimento directo efectuado por empresas brasileiras no estrangeiro em 2006 superou o investimento estrangeiro realizado no Brasil, o que é inédito, informou quinta-feira em Brasília o banco central.

De acordo com os dados divulgados, as empresas brasileiras investiram no exterior 27,251 mil milhões de dólares e os estrangeiros investiram no Brasil 18,872 mil milhões de dólares.

Para o chefe do Departamento Económico do Banco Central, Altamir Lopes, a inversão dos fluxos de investimento foi provocada pela tendência crescente de internacionalização das empresas brasileiras.

Só a Companhia Vale do Rio Doce é responsável por um investimento de 14,6 mil milhões de dólares, utilizado na aquisição da empresa canadiana Inco.

A Ambev – Companhia de Bebidas das Américas investiu 1,2 mil milhões de dólares na compra das participações dos accionistas minoritários da cervejeira argentina Quilmes e o banco Bradesco e a Coteminas – Companhia de Tecidos Norte de Minas expandiram as suas operações no exterior investindo cada um mil milhões de dólares.

Para este ano, Altamir Lopes prevê que o investimento directo estrangeiro no Brasil, com uma projecção de 18 mil milhões de dólares, supere de novo os investimentos das empresas brasileiras no exterior que deverão ascender a 10 mil milhões de dólares

Apesar de terem ficado abaixo dos investimentos brasileiros, os investimentos estrangeiros no Brasil em 2006 atingiram o seu maior valor desde os 22,451 mil milhões de dólares de 2001. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH