Transportadora aérea de São Tomé e Príncipe começa a voar para a Europa via Lisboa

2 February 2007

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 02 Fev – A nova transportadora aérea de São Tomé e Príncipe, a STP-Airways, começa a explorar rotas intercontinentais no próximo dia 12, com um voo inaugural para Lisboa, Portugal, através de num Boeing com capacidade para 120 passageiros.

Um dos membros da comissão instaladora da STP-Airways, Alberto Paulino, disse à macauhub que esta rota de São Tomé para a Europa, via Portugal, terá lugar duas vezes por semana, através dos aviões fornecidos pelas Linhas Aéreas de Angola, a TAAG, na base de acordos entre as duas companhias.

“A TAAG de Angola colocará as suas aeronaves ao serviço da STP-Airways na base de acordos comercial, tarifário e de cooperação entre ambas as companhias”, sublinhou Alberto Paulino.

O aparecimento da STP-Airways vai quebrar o monopólio da TAP- Air Portugal nesta rota, por ser a única operadora com um voo semanal desde que a transportadora aérea portuguesa Air Luxor deixou de operar para São Tomé por questões financeiras.

Em Novembro de 2006, o Estado de São Tomé e Príncipe, único accionista da empresa, havia colocado dez mil acções no mercado, equivalente a 65 por cento do capital social, estimado num valor indicativo de dois milhões de dólares, no âmbito do processo da criação desta companhia área de bandeira são tomense.

Sedeada na capital de São Tomé, a Transportadora Aérea de São Tomé e Príncipe, STP-Airways surgiu em Outubro último ao abrigo do despacho governamental assinado conjuntamente pelos ministros de Plano e Finanças e de Obras Públicas e Infra-estruturas, Maria Tebus e Delfim Neves, respectivamente.

A criação da STP-Airways surgiu na sequência da extinção da Air São Tomé e Príncipe, que se deu logo após a destruição do único avião da ex-companhia do arquipélago, num desastre aéreo que provocou morte de quatro ocupantes do aparelho que tinha capacidade para vinte pessoas.

Além dos voos intercontinentais via Lisboa, a STP-Airways deverá realizar ligações regionais na zona costeira de Africa, na área do golfo da Guiné, bem como operações internas entre as ilhas de São Tomé e Príncipe. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH