Brasileira CSN projecta investir em Portugal mil milhões de euros

12 February 2007

Lisboa, Portugal, 12 Fev – A brasileira Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) está a negociar investimentos de mil milhões de euros em Portugal, em dois projectos na sua subsidiária Lusosider, afirmou sábado em Lisboa o presidente do conselho de administração da empresa, Benjamin Steinbruch.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, o presidente da CSN adiantou que um dos projectos que está a ser estudado é o investimento de 200 milhões de euros na ampliação da capacidade de produção da Lusosider das actuais 350 mil toneladas para um milhão de toneladas.

“Os estudos estão feitos, o projecto está bem adiantado e poderá estar concluído dentro de dois ou três meses”, afirmou Benjamin Steinbruch.

O segundo projecto prevê um investimento de 800 milhões de euros numa laminadora a quente para 3 milhões de toneladas, a fim de fornecer os mercados português e espanhol bem como o do sul de França.

“Pretendemos estar na Europa, nestes mercados, e como já estamos em Portugal, com a Lusosider, tem toda a lógica que o façamos a partir daqui”, explicou.

Este investimento surge depois de a CSN ter perdido a corrida à aquisição da Corus para a indiana Tata Steel, que ofereceu 11,3 mil milhões de dólares pela empresa, a 31 de Janeiro deste ano.

A Lusosider é integralmente detida pela CSN, que em Maio do ano passado comprou ao grupo Corus os 50 por cento do capital da empresa que ainda não detinha, por 25 milhões de euros.

As duas multinacionais siderúrgicas eram parceiras na Lusosider desde 2003, quando a CSN comprou a participação da Arcelor na empresa portuguesa.

A siderúrgica, situada no Concelho do Seixal, inaugurou em 2006 uma nova linha de produção, num investimento de 6 milhões de euros que permitiu quase duplicar a sua capacidade de produção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH