China tem excedente comercial com o Brasil em Janeiro pelo quarto mês consecutivo

16 February 2007

São Paulo, Brasil, 16 Fev – As exportações chinesas para o mercado brasileiro aumentaram 59 por cento em Janeiro, com a China a registar o quarto mês consecutivo de saldo positivo no seu comércio com o Brasil, de acordo com dados do Ministério do Comércio Exterior do Brasil.

No primeiro mês de 2007, as vendas da China para o Brasil alcançaram 791 milhões de dólares. No sentido inverso, as exportações brasileiras ficaram em 558 milhões de dólares.

O saldo favorável à China em Janeiro, de 233 milhões de dólares, foi o maior da série iniciada em Outubro, quando esse valor ficou em 73 milhões de dólares. Em Novembro, o saldo chinês no comércio com o Brasil subiu para 196 milhões, recuando para 123 milhões no último mês de 2006.

Com o expressivo aumento de Janeiro, a China passou a representar 9,3 por cento do total de compras do Brasil e recuperou o posto de segundo fornecedor ao mercado brasileiro, posição assumida pela Argentina no mês anterior.

No sentido inverso da relação comercial, a China segue como terceiro destino das vendas brasileiras, atrás de Estados Unidos (1,7 mil milhões de dólares) e Argentina (823 milhões de dólares).

Os Países Baixos ficaram perto do terceiro posto entre os maiores compradores do Brasil, com 554 milhões de dólares — apenas 4 milhões a menos do que a China.

Nas vendas brasileiras de Janeiro, a China foi o principal destino do minério de ferro e o segundo mercado de couros e peles (atrás da Itália) e de ferro fundido (atrás dos EUA). A China destaca-se ainda nas compras de polímeros plásticos, também como segundo mercado, atrás da Argentina. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH