Escolha do parceiro da transportadora aérea de São Tomé e Príncipe foi adiada

22 February 2007

Lisboa, Portugal, 22 Fev – A escolha do parceiro da nova companhia aérea de São Tomé e Príncipe foi adiada, afirmou em Lisboa Felisberto Neto, presidente da Comissão Instaladora da STP Airways.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, Neto precisou que o prazo para a decisão final, que terminou terça-feira, deverá ser prorrogado por 30 a 60 dias, dado não ter havido tempo para analisar as propostas apresentadas.

Entre os interessados referenciados estão a EuroAtlantic, controlada pelo grupo turístico português Pestana, e a Air Gemini, companhia aérea angolana controlada pela Escom, do grupo Espírito Santo.

Felisberto Neto garantiu que não há qualquer negócio concluído ou em vias de conclusão com a transportadora aérea de Angola, TAAG, mas apenas um acordo de parceria, no âmbito da qual a TAAG inaugurou a 12 de Fevereiro a rota Luanda/São Tomé/Lisboa, em nome da STP Airways.

Esta operação envolve a venda de 10 mil acções, ao preço unitário de 200 dólares, que representam 65 por cento do capital da STP Airways, a empresa que veio substituir a Air São Tomé, extinta depois de ter perdido num acidente aéreo o seu único avião. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH