São Tomé e Príncipe obteve receitas de 3,2 milhões de dólares com a exportação de cacau

23 February 2007

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 23 Fev – São Tomé e Príncipe arrecadou 3,2 milhões de dólares com a exportação de cacau, que representou quase 99 por cento de todas as vendas ao exterior em 2006, informou quinta-feira em São Tomé o Instituto Nacional de Estatística (INE) do arquipélago.

O INE informou ainda que a exportação de cacau rendeu mais 32,2 por cento quando contabilizada em dobras, a moeda são-tomense, e que o aumento do valor em dólares ficou a dever-se à subida da cotação do produto nos mercados internacionais.

Em termos de quantidade, observou-se uma variação positiva de 0,9 por cento com a exportação do cacau a subir ligeiramente de 2.413 toneladas em 2005 para 2.434 em 2006.

Na lista de exportações de São Tomé e Príncipe em 2006 surgem, depois do cacau, o coco e o óleo de coco com percentagens de 1 e 0,3 por cento.

As receitas com as exportações de cacau têm flutuado nos últimos anos, tendo atingido o valor mais alto em 2003, com 5,6 milhões de dólares, e o mais baixo em 1999, com 2,9 milhões de dólares.

Em São Tomé e Príncipe, em que a ajuda externa cobre mais de 50 por cento das despesas orçamentais, a economia são tomense baseia-se, fundamentalmente, na exportação de produtos agrícolas, sobretudo, o cacau que contribui com quase 27 por cento na estrutura do PIB do país.

Introduzido na segunda década do século XIX pelos colonos portugueses, a produção do cacau tem estado a baixar nas últimas décadas em São Tomé e Príncipe por falta de terra cultivável face ao clima desfavorável, ausência de financiamento bem como à falta de rigor no tratamento desta produção.

Há três semanas, o chefe do governo de São Tomé e Príncipe, Tomé Vera Cruz, defendeu que as receitas provenientes da exploração de petróleo serão aplicadas no relançamento da agricultura, sobretudo nas plantações de cacau.

São Tomé e Príncipe espera arrecadar ainda este ano mais 28 milhões de dólares referentes a adjudicação de três blocos de petróleo de uma zona de exploração conjunta com a Nigéria. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH