Mineira BHP Billiton vai reduzir projecto de exploração de titânio em Moçambique

26 February 2007

Londres, Reino Unido, 26 Fev – A empresa mineira australiana BHP Billiton vai reduzir o projecto de exploração de titânio no Chibuto, província moçambicana de Gaza, devido à subida dos custos de mineração, afirmou sexta-feira em Londres um dos administradores da empresa.

Alberto Calderon, presidente da unidade de produção de diamantes e produtos de especialidade da BHP Billiton, adiantou que em 2008 vai ser iniciado um novo estudo de viabilidade para o projecto.

A subida dos custos de mineração, adiantou, está relacionada com o encarecimento da energia e serviços associados a esta indústria, bem como ao fortalecimento do rand sul-africano.

O preço do titânio nos mercados internacionais não está a acompanhar o dos custos de mineração, tornando menos atractivo o investimento, referiu Calderon.

A BHP herdou o projecto da australiana WMC Resources, empresa que comprou em 2005.

O projecto inicial, de 2002, previa uma operação integrada de exploração e fundição, que envolvia um investimento de perto de mil milhões de dólares.

A BHP prevê agora transportar o minério para a fundição Mozal, na Matola (arredores de Maputo), de que é accionista.

A mineira de origem australiana, a maior do mundo, foi também accionista do projecto de areias pesadas de Moma, província de Nampula, mas acabou por ceder o projecto à irlandesa Kenmare Resources. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH