Infra-estruturas desportivas de São Tomé e Príncipe começaram a ser renovadas

2 March 2007

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 02 Mar – São Tomé e Príncipe iniciou obras de infra-estruturas desportivas, num projecto financiado pela FIFA em cerca de 1,5 milhões de dólares, anunciou quinta-feira em São Tomé o vice-presidente da Federação são-tomense de Futebol, FSF, Sabino dos Santos.

Este dirigente desportivo disse à Macauhub que a primeira fase das obras a ser executada por uma empresa holandesa, a Opsoa, através da sua subempreiteira em São Tomé, a Cosntep, está avaliada em mais de 400 mil dólares.

Sabino dos Santos disse que esta fase inicial das obras passa por drenagem e planeamento do terreno, visando a colocação de relva sintética no complexo desportivo da Academia Nacional de Futebol, situado nos arredores de São Tomé.

Dos Santos adiantou que após a conclusão das primeiras obras previstas para dentro de 60 dias, seguir-se-ão outras fases, com realce para a construção de um campo de futsal e edificação do gradeamento do campo de jogos infanto-juvenil da academia são-tomense.

Numa segunda etapa, o projecto “Goal” da FIFA, Federação Internacional de Futebol, vai comportar a reabilitação da principal instalação desportiva do país, o Estádio 12 de Julho, cujas obras estão estimadas em cerca de 750 mil dólares.

Além de colocação da relva sintética no estádio 12 de Julho, o projecto visa ainda a melhoria dos três balneários, gradeamento, parqueamento e reparação do painelelectrónico.

Além das empresas envolvidas nesta fase inicial das obras, Sabino dos Santos garantiu que novas construtoras serão contratadas através de concurso público, conforme a natureza de serviço a ser implementado, de acordo com o projecto da FIFA, concebido numa perspectiva de se relançar o futebol do arquipélago. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH