ExxonMobil abandona projecto Angola LNG

6 March 2007

Luanda, Angola, 06 Mar – A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) e a ExxonMobil assinaram segunda-feira em Luanda os acordos que formalizam a cessão dos 13,6 por cento que a transnacional norte-americana detinha no projecto Angola LNG.

De acordo com um comunicado da Sonangol, a saída da ExxonMobil do projecto LNG consumou-se após o convite nesse sentido que lhe foi endereçado pela Sonangol.

O comunicado adianta que a ExxonMobil foi convidada a abandonar o projecto devido ao impasse que criou nas vésperas da assinatura, a 31 de Janeiro deste ano, do contrato de fornecimento para a fábrica de liquefacção do gás natural, que os participantes no projecto vão construir no Soyo.

Com a saída da ExxonMobil, o projecto Angola LNG ficou com quatro accionistas, BP, Chevron, Total e Sonangol.

O Projecto Angola LNG, com um investimento de quatro mil milhões de dólares, vai produzir, quando concluído, cinco milhões de metros cúbicos de gás liquefeito por ano, estando previsto os primeiros carregamentos no ano de 2010.

O projecto Angola LNG está localizado a Oeste da cidade do Soyo (província do Zaire), entre o rio Zaire e a Base do Kwanda, e ocupa uma área aproximada de 240 hectares.

As reservas provadas de gás natural em Angola estão avaliadas em 10,5 biliões de pés cúbicos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH