Angola vai investir 50 mil milhões de dólares na indústria petrolífera até 2013

8 March 2007

Luanda, Angola, 08 Mar – O governo angolano vai investir 50 mil milhões de dólares na indústria petrolífera até 2013, afirmou quarta-feira em Luanda o presidente da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol).

Manuel Vicente, que dissertava sobre a angolanização da indústria petrolífera, disse que o investimento anunciado visa alcançar uma produção de dois milhões de barris por dia, de acordo com a agência noticiosa angolana Angop.

O presidente da Sonangol adiantou que os investimentos vão abrir novas oportunidades de negócios nas áreas de fabrico de instalações, de equipamentos e de infra-estruturas petrolíferas, assim como na operação e manutenção de instalações.

Apontou como áreas eventuais para novos negócios as de protecção ambiental, ensaios não-destrutivos, construção civil de infra-estruturas e pintura de instalações petrolíferas.

Relativamente à angolanização da indústria petrolífera, Manuel Vicente afirmou ser já uma realidade com as empresas angolanas do sector a terem um volume de negócios anual estimado em 300 milhões de dólares.

“As oportunidades para os fornecedores e prestadores de serviços nacionais existem e a concessionária (Sonangol) continuará a promover a inserção destas iniciativas dentro da indústria petrolífera”, frisou.

O governo angolano começou a abordar a questão da angolanização com o decreto 20/82, através do qual estabeleceu que todas as companhias que exploravam petróleo em Angola deviam contribuir para a formação técnica de angolanos para o sector.

A conferência sobre a “Angolanização da Indústria Petrolífera” enquadra-se no terceiro ciclo de análises do Centro de Estudos Estratégicos de Angola (CEEA). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH