Empresas brasileiras exportadoras perderam clientes para a China

9 March 2007

São Paulo, Brasil, 09 Mar – Mais de metade das empresas brasileiras exportadoras perdeu clientes em favor das suas congéneres da China tendo algumas deixado de vender para o exterior por não terem resistido à concorrência, foi quinta-feira divulgado em São Paulo.

De acordo com um inquérito efectuado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), dos 58 por cento de empresas brasileiras que perderam clientes a favor das congéneres chinesas 6 por cento não resistiram à concorrência e deixaram de exportar, com as mais prejudicadas a serem as de vestuário, couros e calçado.

No mercado interno, 52 por cento das empresas expostas à concorrência chinesa perderam clientes tendo as dos dos sectores têxtil, vestuário, equipamentos hospitalares e de precisão e calçado sido as mais afectadas das 1.581 que responderam à sondagem.

“A concorrência é cada vez maior sendo necessário criar um ambiente favorável às empresas brasileiras para que elas possam competir em igualdade de condições com os estrangeiros”, afirmou o gerente-executivo da Unidade de Política Económica da CNI, Flávio Castelo Branco.

Castelo Branco disse que as salvaguardas e as medidas anti-“dumping” são insuficientes para garantir a competitividade brasileira e precisou que as empresas brasileiras precisam de melhores condições de produção, como a redução da carga tributária e do custo de capital, além de uma regulação mais eficiente”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH