Moçambique tem uma produção florestal anual sustentável de 500 mil metros cúbicos

9 March 2007

Maputo, Moçambique, 09 Mar – Moçambique tem 19 milhões de hectares de floresta que podem ser explorados comercialmente com uma produção sustentável de 500 mil metros cúbicos por ano, afirmou quinta-feira em Maputo o ministro do Ambiente, Luciano de Castro.

O ministro, que no parlamento respondia a um pedido de informação apresentado por um deputado, disse que a exploração comercial de madeira não se encontra nem perto do meio milhão de metros cúbicos por ano.

Citado pela agência noticiosa moçambicana AIM, Luciano de Castro disse que em 2002 a produção foi de 163.212 metros cúbicos e que tem mesmo vindo a descer nos anos seguintes – 113.125 metros cúbicos em 2003, 151.711 metros cúbicos em 2004, 102.626 metros cúbicos em 2005 e 143.587 metros cúbicos em 2006.

De acordo com o ministro, a obtenção de madeira para servir de lenha é muito mais preocupante do que a exploração comercial de madeira estimando-se que a população consuma 17 milhões de metros cúbicos de madeira por ano.

Castro disse também que há 118 espécies de árvores que podem ser exploradas comercialmente, de que apenas 31 estão a sê-lo, o que significa “que não estamos a utilizar o nosso potencial”.

Em 2002, o governo proibiu a exportação em toro de madeira classificada como do Tipo 1 tendo essa decisão, de acordo com o ministro, aumentado a industrialização do sector da madeira e a consequente exportação de madeira processada, que passou de 7 mil para 30 mil toneladas entre 2000 e 2005.

O ministro do Ambiente admitiu que madeira do Tipo 1, de qualidade mais elevada, tem sido exportada sem processamento mas responsabilizou os guardas florestais por essa ocorrência. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH